Nós da Poesia pelos caminhos da América Latina

Coletivo de autores da antologia organizada pelo Instituto Imersão Latina, com a participação de poetas ativistas culturais. Acompanhe sempre a agenda de eventos literários e de artes integradas do Nós da Poesia no facebook/nosdapoesia e nosdapoesia.blogspot.com Confira »

Criança não é Brinquedo

\\\\\\\"Quem tem presente, pensa no futuro\\\\\\\", com este slogan iniciamos o primeiro projeto do Imersão Latina em 2005 Confira »

Mais de 30 milhões de pessoas são escravizadas diariamente

Crianças e adolescentes migrantes da América Latina são mais vulneráveis ao tráfico humano. Entre na luta contra esta realidade. Confira »

Imersão Latina celebra a diversidade cultural

Para um futuro realmente sustentável tem que se cuidar de preservar a terra e as tradições culturais. Acompanhe sempre pelo blog do Imel nossas atividades e de parceiros. Participe! Na foto: Festa das crianças em Água Lima com a participação do Boi Rosado. Confira »

Residência Imersão Latina recebe artistas latino-americanos em agosto no Brasil

Conosca el proyecto de Residencia Imersão Latina y siga esta experiencia Conheça o projeto de Residência Imersão Latina e acompanhe essa experiência Confira »

 

Instituto Imersão Latina - Imel

Somos uma associação de escritores, jornalistas, produtores culturais, pesquisadores e artistas independentes, formada por ativistas que se preocupam em defender e mostrar toda a diversidade cultural, ambiental e de idéias da América Latina.

Semanário Latinoamericano faz especial sobre o México atual na próxima segunda-feira

 

Toda segunda-feira o Semanário Latinoamericano traz convidados para conversar sobre a atualidade em diversos países da região. Os convidados são pesquisadores, jornalistas, professores, artistas, escritores, poetas e trazemos também o quadro Música de Fronteira na última parte do programa.  A apresentação e produção é de Brenda Marques e Raúl Larrosa. Transmissão pelo youtube.com/imersaolatina e facebook.com/escrituramigrante e radioletras

Confira os participantes que vão integrar a programação de 14 de junho  às 20 horas, com o tema: México atual no contexto latinoamericano:

Aura Aguirre
Escritora equatoriana radicada no México, integra o Movimento Cultural aBrace de solidariedade entre autores. Sua obra poética Sé é um dos destaques entre suas publicações. Foi selecionada entre os melhores trabalhos literários da antologia hispanoamericana que integra 20 escritores que se reuniram no vigésimo Encontro aBrace, em Montevidéu, Uruguai.

 

Chary Gumeta (Maria del Rosario Velázquez Gumeta, Chiapas, México, 1962)
Poeta y Promotora Cultural de Arte y Literatura. Ha publicado libros de poesía y de investigación histórica. Sus últimas publicaciones “GOTAS DE UN DESTELLO” (Edit. Ángeles del Papel, Perú, 2020), TEMPESTADES DE LA MEMORIA ( Programa LimaLee, Municipalidad de Lima, Perú, 2020) y EXILIED (DESPATRIADOS) (Poemario Bilingüe Editorial Artepoéticapress, EEUU 2021). Dirige el fanzine YOMORAM JAYATZAME que promueve la literatura hecha por mujeres. Es Directora del Festival Internacional de Poesía Contemporánea San Cristóbal y coordinadora de Literatura en el Festival Multidisciplinario Proyecto Posh.

Janett Sánchez López nace en Ciudad de México egresada de la Sociedad General de Escritores de México (SOGEM)  Poeta Publicada e Guatemala Colombia Cuba y Mexico.

 

 

Thiago Martins de Melo (São Luís do Maranhão, 1981)
Vive e trabalha entre São Luís, São Paulo (Brasil) e Guadalajara (México). Artista visual brasileiro. Trabalha com pintura, escultura, instalação, animação em stop motion e gravura. Mestre em Psicologia – Teoria e Pesquisa do Comportamento pela Universidade Federal do Pará (UFPA-PA). Artista visual, trabalha com pintura, escultura, instalação, animação em stop motion e gravura. Dentre as principais exposições individuais, estão: “Necrobrasiliana” – Museu Nacional da República, Brasília, Brasil (2019); “Bárbara Balaclava” – Saco Azul/Maus Hábitos, Porto, Portugal (2018) e na Fundação Joaquim Nabuco, Recife, Brasil (2016); “Bárbaro Barroco” – Gamma Galeria, Guadalajara, México (2016); “Teatro Nagô-cartesiano e o Corte Azimutal do Mundo” – Mendes Wood DM, São Paulo, Brasil (2013).

Música de Fronteira:

Cláudia Manzo
Nascida em Santiago em uma era de transição entre a ditadura militar chilena e o período de redemocratização do país, Claudia Manzo veio para o Brasil há dez anos em busca de novas experiências e caminhos pra sua vida. Radicada desde então em Belo Horizonte, a cantora e compositora criou fortes vínculos artísticos, profissionais e afetivos que a fizeram construir uma história muito bonita na cidade e no país que se tornaram sua morada. Além de intérprete e compositora, Claudia é também arte-educadora e atua em diversos projetos sociais e políticos, tendo sua vida e obra entrelaçadas no caminho da luta pela defesa e a união dos países e povos latinos, pela igualdade social, pelos direitos das mulheres e pela arte.

Declaración de Solidaridad a Colombia del Foro Social de Economías Transformadoras y Alternativas

FSMET

“Un espacio para reflexionar, soñar y construir colectivamente”

Acompañamos al pueblo colombiano en su derecho a la protesta, la defensa de la vida, y la necesidad de construir otros modelos económicos justos y solidarios

DECLARACIÓN DE SOLIDARIDAD

Desde el Foro Social de Economías Transformadoras y Alternativas de Colombia, los colectivos, universidades y organizaciones de América Latina que dinamizamos este proceso, expresamos nuestra solidaridad con las familias de las personas que han sido víctimas de la represión en el paro llevado a cabo en Colombia, en su mayoría impulsado por las juventudes. Rechazamos la violencia que el Estado está realizando contra las personas que ejercen el legítimo derecho constitucional en la protesta social, que responde a décadas de abandono, corrupción, violencia y despropósito de un Estado ausente, que cada día lleva a mayor pobreza a miles de familias.

Nos solidarizamos con los hermanos y hermanas latinoamericanas, víctimas de las manifestaciones en Chile y Brasil, como también a los miles de emigrantes de Centro América que mueren pasando la frontera del norte de México, igualmente con los hermanos y hermanas venezolanas en la diáspora, su sufrimiento es nuestro dolor, su esperanza es nuestra esperanza y motiva nuestra solidaridad. Frente a una crisis del modelo económico y la crisis de salud pública a causa del Covid 19 que vive el mundo actual, como hacen mención distintos estudios, han venido agravando progresivamente la desigualdad social, e impactando los ingresos económicos de las ciudadanías, especialmente de los sectores históricamente más marginados.

Esto ante las brechas estructurales históricas que dificultan la cobertura y acceso a la protección social, aumento de informalidad y escases de la productividad. “si se comparan diferentes indicadores sanitarios, económicos, sociales y de desigualdad, América Latina y el Caribe es la región más golpeada del mundo emergente”. (Economic, 2020).

Los viejos modelos basados en el extractivismo, el crecimiento ilimitado, la codicia y el lucro, ha llevado a la sociedad global y en particular a las sociedades locales y regionales, a una crisis de reproducción como bien mencionan las compañeras feministas y los referentes de las economías sociales y solidarias que han participado en nuestros encuentros.

Por lo tanto, desde el foro consideramos que la forma de superación de esta crisis es un cambio profundo de paradigma económico y político, que se debe expresar en modelos socio económicos, justos y solidarios. Desde el espacio del foro, como escenario auto gestionado, auto convocado y que tiene como objetivo construir posibilidades y alternativas para la comunidad global, creemos que la solidaridad social, las economías basadas en la ayuda mutua, el cuidado, la participación directa, la reconstrucción del tejido social, disminuye la brecha de desigualdad, permiten ser una alternativa frente a la corrupción, la injusticia económica y la soberbia de instituciones y sus agentes que no escuchan el clamor, el dolor, y el miedo ante la incertidumbre que se vive.

Por eso en medio de esta crisis manifestamos:

1. Rechazo total a la militarización, represión y estigmatización de la protesta social, no es posible que se destruyan las condiciones básicas de la democracia y el derecho a participar libremente de las decisiones que benefician a la sociedad en su conjunto.

2. Condenas ejemplares para los que impulsan, motivan, ordenan, dirigen y llevan a cabo los asesinatos de la juventud en las calles de nuestras ciudades, aparición con vida de las personas reportadas como desaparecidas y reparación a las víctimas.

3. Diálogos y cambios de fondo de un sistema político basado en la corrupción y el desprecio por las exigencias de la sociedad.

4. Retiro de la reforma tributaria y la reforma a la salud, no es posible tributar en condiciones de crisis económicas actuales, eso atenta contra la vida.

5. Las renuncias a los funcionarios responsables de esta hecatombe social.

6. Considerar la diversidad de expresiones de solidaridad económica, que se consolidan en los territorios, activan la producción sostenible, mejoran las condiciones del trabajo, como un camino posible para mejorar la vida en todas sus expresiones, por un buen vivir, y el cambio de paradigma hacia una economía para la vida ante el modelo neoliberal en crisis.

7. Exigimos la renta básica universal como posibilidad de mejorar las condiciones económicas y la reactivación del país.

8. Es hora de reflexionar desde nuestras organizaciones frente a la realidad de crisis, renovar nuestros liderazgos, escuchar y participar desde las voces de los jóvenes, las mujeres y las diversidades sexuales y étnicas, sobre el destino de nuestra matria latinoamericana y el caribe.

Foro Economías Transformadoras y Alternativas Colombia .- Lat
forosocialeconomias@gmail.com

En el próximo Semanário Lationamericano en lunes 10 a las 20h vamos tratar de la situación de Colómbia. Difundiremos los invitados en los próximos días.

Las transmisiones son siempre por youtube.com/imersaolatina – facebook.com/escrituramigrante y radioletras.

Semanário Lationamericano trouxe denúncias de povos indígenas Guajajaras e Pataxós

Deserto Safari Miniatura do YouTube

O Semanário Latinoamericano desta semana trouxe depoimentos de Guajajaras, que realizaram uma manifestação em Brasília  e de  Pataxós atingidos pelo crime da Vale em Brumadinho.

Recebemos a importante participação da radialista uruguaia Maria Teresa Barbat e no quadro Música de Fronteira com Sarir Uma, que participou conosco dialogando sobre a situação do Chile, tocando uma música sua e com um vídeo da Magnólia Blues “El Pulsar de la Tierra”.

Confira!

19 de abril é dia de Resistência Indígena no Semanário Latinoamericano


Hoje é 19 de abril, dia de Resistência Indígena e faremos um especial do Semanário Latinoamericano pelo canal do YouTube.com/imersaolatina com transmissão pelo facebook.com/escrituramigrante e radioletras.

Participações ao Vivo:

Aline Kayapó é pertencente ao povo indígena Mebengokré e descendente do povo Aymara-Peru, escritora, ceramista, açaizeira, artesã,  pintora, pesquisadora indígena, ativista no movimento indígena nacional e no movimento nacional de indígenas mulheres. Coordenadora conjunta, no instituto Cartografando Saberes, ligados ao Núcleo de altos estudos da Amazônia- UFPA, atuando na área de Direitos Humanos, Fundadora da Wayrakunas, rede ancestral-filosófica que se vincula a reflexão da resistência das indígenas mulheres no Brasil. Acadêmica do curso de Direito e membra do GRUMIN. Atualmente, tem colaborado como secretaria de comunicação regional do MUPOIBA.

Avelin Buniacá Kambiwá é mulher indígena, socióloga, professora, especialista em Gênero e raça e Ensinos Religiosos. Militante das causas indígenas da mulher e da Mãe Terra. Luta e vive para vencer o racismo e a ignorância através do Letramento racial. Trabalha para educar pela diversidade e para os Direitos Humanos, resgatar e valorizar a identidade e a cultura indígena. Indianizar! Dar voz e “megafonizar” as lutas dos corpos silenciados por séculos debaixo de uma sociedade patriarcal, machista e racista. Mulher da terra, nascida dela, mãe independente e Iauaraté Una (onça preta). Luta pelos parentes indígenas de todas as nações, desfazendo os sofismas, lutando por direitos e contra os retrocessos de um mundo que padece no obscurantismo. Erecatú (Avante).”

Vídeos de leituras poéticas de Eliane Potiguara e Márcia Kambeba.

Exibição de trecho do documentário Indio Cidadão? com Ailton Krenak.

Não perca!

Te esperamos!

 

Videoarte Usted no Está Aquí vai ser lançada dia 22 de abril em live

O Colectivo de Escritura Migrante lança numa Live seu novo videoarte: “Usted No Está Aquí”, obra audiovisual que conta com a participação de mais de 30 artistas convidados de Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colõmbia e Uruguay.

Trata-se de um trabalho multilinguagens, com criações gráficas, música indígena e eletrônica, poesia sonora e visual, além de atuação cênica, em linguagens híbridas que se dinamizam para tratar esteticamente do tema das migrações no continente Sul-Americano.

Nosso continente foi povoado por migrantes europeus, etnias africanas, miscigenações indígenas, entre outros, gerando na atualidade impactantes desdobramentos políticos em relação aos direitos humanos. Para além disso, há toda uma escrita, toda uma literatura produzida por essas pessoas que buscam uma nova vida para além das fronteiras de seu lugar de origem, para além da linha do horizonte.

A obra conta com produção da brasileira Brenda Mar(que)s Pena (Instituto Imersão Latina), edição do chileno Ivan Verdugo (Uará), com roteiro e direção do brasileiro Tchello d’Barros (Fluxo Filmes). Houve uma apresentação prévia na programação do Fórum Social Mundial (World Social Forum), que neste 2021 aconteceu online em função da pandemia. Agora o trabalho estreia em exibições online na página do Colectivo de Escritura Migrante no Facebook e no canal do Instituto Imersão Latina, no YouTube, no dia 22 de abril, Dia Internacional de la Tierra. Os artistas integrantes da obra estarão ao vivo interagindo entre si e com a audiência.

O Colectivo de Escritura Migrante é formado por diversos artistas da latinidade e promove encontros presenciais e virtuais, debates, apresentações artísticas, manifestos, oficinas, obras em diversas linguagens, sempre na perspectiva do entrelaçamento cultural.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

(Sinopse)
“USTED NO ESTÁ AQUI” | Videoarte
“A literatura viaja, a poesia migra, a arte transgride fronteiras físicas e idiomáticas. As migrações contemporâneas no continente Sul-Americano demandam fortalecer as identidades culturais de nossos povos ao tempo que se entrelaçam nossas expressões artísticas. “Usted No Está Aquí” apresenta caminhadas e palavrarias, estetizadas poeticamente em vocábulos sonoros, visuais e musicais. Um videoarte que desenha uma utópica linha do horizonte, na qual nós, habitantes e viajores deste continente, seguimos em frente com nosso destino latino, político e poético.”

Colectivo de Escritura Migrante
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Artistas participantes do videoarte “Usted No Está Aqui”:
ALBA VIEIRA – ALEXEI PADILLA – AMAPOLA ARAYA – AVELIN BUNIACÁ KAMBIWÁ – BLANCA MORENO SAGREDO – BRENDA MAR(QUE)S PENA – CLAUDIA VACA – CRIS CABÚS – DANIEL DE ASSIS TRINDADE – ELCIO LUCAS – ELI RODRIGUES – ESTELLA CRUZMEL – IARA ABREU – IVAN VERDUGO – IVANA ANDRÉS – JAIRO MARTINS – JAMMY SAID – JOZZY DE SOUZA – KERLEY CHAGAS – LIVIA TUCCI – LUA MIRANDA – Mª. ANGÉLICA CARTER MORALES – Mª. TEREZA PENNA – NASSAU DE SOUZA – OSMANY SABALSA – RICARDO MUNIZ DE RUIZ – OTTO GONÇALVES – RENATA BARCELLOS – RODRIGO LEIVA – SARIR UMA – TCHELLO D’BARROS – VANESSA DELGADO KATÚN – VIVIAN CARL
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Lançamento:
Data: 22 de Abril de 2021 (quinta-feira)
Horário: 22 h (hora de Brasil)
Links:
Youtube: www.youtube/imersaolatina
Facebook: www.facebookqescrituramigrante

(Contatos)
Brenda Marques Pena (MG) brendajornalista@gmail.com
Tchello d’Barros (RJ) tchellodbarros@yahoo.com.br
FICHA TÉCNICA
Título: Usted No Está Aquí
Gênero: Videoarte
Categoria: Livre
Cor: Em cores
Duração: 04:40 Min
Extensão:.MP4
Arquivo: 370 MB
Formato: 1920 X 1080
Ano: 2021

LANZAMIENTO DEL VIDEOARTE INTERNACIONAL “USTED NO ESTÁ AQUÍ”

El Colectivo de Escritura Migrante lanza en una Live su nuevo videoarte: “Usted No Está Aquí”, obra que cuenta con la participación de más de 30 artistas invitados de Argentina, Bolivia, Brasil, Chile, Colombia y Uruguay.

Es una obra multilingüe, con creaciones gráficas, música indígena y electrónica, poesía sonora y visual, actuaciones cénicas, en lenguajes que se dinamizan para abordar estéticamente el tema de la migración en el continente sudamericano.

Nuestro continente estuvo poblado por inmigrantes europeus, etnias africanas y miscigenaciones indígenas, generando em la actualidad desarrollos políticos impactantes en relación con los derechos humanos. Además, hay toda una escritura, toda una literatura producida por estas personas que buscan una nueva vida más allá de las fronteras de su lugar de origen, más allá del horizonte.

El trabajo es producido por la brasileña Brenda Mar (que) s Pena (Instituto Imersão Latina), editado por el chileno Ivan Verdugo (Uará) con guión y dirección del brasileño Tchello d’Barros (Fluxo Filmes). Una presentación previa tuvo lugar en el la programación del Foro Social Mundial (World Social Forum). Ahora, estrena oficialmente en la página del Colectivo de Escritura Migrante (Facebook) y en canal del Instituto Imersão Latina (YouTube) en 22 de abril, Dia Internacional de la Tierra. Los artistas que participan en la obra estarán en vivo interactuando entre sí y con el público.

El Colectivo de Escritura Migrante está formado por varios artistas latinos y promueve encuentros presenciales y virtuales, debates, presentaciones artísticas, manifiestos, talleres, trabajos en diferentes idiomas, siempre con miras al entrecruzamiento cultural.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

(Sinopsis)
“USTED NO ESTÁ AQUI” | Videoarte
“La literatura viaja, la poesía migra, el arte traspasa las fronteras físicas e idiomáticas. Las migraciones contemporáneas en el continente sudamericano demandan fortalecer las identidades culturales de nuestros pueblos mientras nuestras expresiones artísticas se entrelazan. “Usted no está aquí” presenta caminatas y palabras, estetizadas poéticamente en palabras sonoras, visuales y musicales. Un videoarte que traza una línea de horizonte utópico, en el que nosotros, habitantes y viajeros de este continente, avanzamos con nuestro destino latino, político y poético.”

Colectivo de Escritura Migrante
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Artistas participantes em el videoarte “Usted No Está Aqui”:
ALBA VIEIRA – ALEXEI PADILLA – AMAPOLA ARAYA – AVELIN BUNIACÁ KAMBIWÁ – BLANCA MORENO SAGREDO – BRENDA MAR(QUE)S PENA – CLAUDIA VACA – CRIS CABÚS – DANIEL DE ASSIS TRINDADE – ELCIO LUCAS – ELI RODRIGUES – ESTELLA CRUZMEL – IARA ABREU – IVAN VERDUGO – IVANA ANDRÉS – JAIRO MARTINS – JAMMY SAID – JOZZY DE SOUZA – KERLEY CHAGAS – LIVIA TUCCI – LUA MIRANDA – Mª. ANGÉLICA CARTER MORALES – Mª. TEREZA PENNA – NASSAU DE SOUZA – OSMANY SABALSA – RICARDO MUNIZ DE RUIZ – OTTO GONÇALVES – RENATA BARCELLOS – RODRIGO LEIVA – SARIR UMA – TCHELLO D’BARROS – VANESSA DELGADO KATÚN – VIVIAN CARL
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

- Lanzamiento:
Fecha: 22 de Abril de 2021 (jueves)
Horário: 22 h PM (hora de Chile)
Enlaces de la Live para exibición em línea / online (em vivo):
Youtube: www.youtube/imersaolatina
Facebook: www.facebookqescrituramigrante

- Contactos
Brenda Marques Pena (MG) brendajornalista@gmail.com
Tchello d’Barros (RJ) tchellodbarros@yahoo.com.br

- Ficha Técnica

Título: Usted No Está Aquí
Género: Videoarte
Categoría: Libre
Color: En color
Duración: 04:40 Min
Archivo: 370 MB
Extensión: .MP4
Formato: 1920 X 1080
Año: 2021

Neste dia 8 de março a pesquisadora Rose Barboza é a convidada da Live Minas Vivas!

21.03.08 live rose barboza-01

A nossa convidada especial de live Minas Vivas deste dia internacional das Mulheres é Rose Barboza. Faremos uma homenagem especial à Marielle Franco durante o programa. A conversa será conduzida pelas jornalistas Brenda Marques e Lina Rocha.

Rose Barboza nasceu na periferia de São Paulo e hoje vive no Equador. Colabora com organizações coletivas na América Latina e União Europeia. É doutoranda no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, onde trabalha sobre as rupturas epistémicas produzidas pelas práticas feministas, anticoloniais e antirracistas.

8 de março 20h. Pelo youtube bit.ly/minasvivas e facebook.com/minasvivas

 

 

 

 

Fevereiro é mês de estreia do Seminário Latinoamericano ao vivo

Você conhece o novo projeto do Imersão Latina, em parceria com o Colectivo de Escritura Migrante e a Rádio Letras?

Neste mês de fevereiro começamos a produção e transmitimos ao vivo pelas páginas do youtube.com/imersaolatina, facebook.com/escrituramigrante e facebook radioletras um programa com muitos comentários sobre a situação atual da América Latina e em seguida o quadro cultural Música de Fronteira. A produção e apresentação é de Brenda Marques e Raul Larrosa.

Confira os programas já realizados e esperamos sua participação toda sexta-feira às 20 horas. Quem participa e comenta ao vivo vai concorrer a um exemplar de Nós da Poesia a cada programa.

FSM 2021: Roda de Conversa: Narrativas de Resistência: por onde vão?

Hoje, domingo 31/01 às 11h (Brasil) – 14h GMT, acontece a Roda de Conversa “Narrativas de Resistência: por onde vão?”

O encontro inicia com as provocações de Vilma Reis (Coalização Negra pelos Direitos) e Avelin Buniacá Kambiwá (liderança indígena de MG/Brasil). Em seguida comunicadoras/es de coletivos de comunicação como Ciranda, Jornal de Compas, Intervozes, Dunia, Minas Vivas, Imel, Ganesha, IPS, Carta Maior, Cine Medios Libres, Blog do Clima, Instituto Hori e outros refletem, comentam as provocações e possíveis ações articuladas futuras.

A mediação é de Rita Freire (Ciranda e membro do Conselho Internacional do FSM).

Serviço:
O que: Roda de Conversa “Narrativas de Resistência: por onde vão?”
Quando: 31 de janeiro de 2021
Hora: 11:00h Brasil, 14h GMT, 15:00 Europa/África, 8:00h México, 23:00h Japão, 19:30h Índia
Onde: meet.jit.si/Compas

Articulação: Ciranda, Jornal de Compas, Intervozes, Dunia, Minas Vivas! Instituto Imersão Latina, Ganesha, IPS, Carta Maior, Cine Medios Libres, Blog do Clima, Instituto Hori

A transmissão da Roda de Conversa poderá ser acompanhada pelo Facebook do FSM 2021: www.facebook.com/wsf2021, da Ciranda www.facebook.com/ciranda.net , Minas Vivas! e rede de parceiras. Também pelo sitio web do FSM 2021 (wsf2021.net), Youtube do FSM e pelo Fediverso (@wsf@video.wsf2021.info ou @wsf2021@compas.news)

#WSF2021 #FSM2021 #OutroMundoEPossivel #ComunicacaoCompartilhada #NarrativasResistencia #MidiasLivres

Participação das mulheres do Brasil no Festival Internacional Quito Blues Girls é neste sábado

WhatsApp Image 2021-01-30 at 15.17.40

 

Hoje é dia de Blues! Vai ter dança, poesia e muita música e workshops imperdíveis só com mulheres no Festival Internacional Quito Blues Girls.

O encerramento do Quito Blues Rock And Roll Girls é amanhã. Não deixem de conferir tudo na página youtube.com/quitoblues

Nos próximos dias soltaremos cada uma das participações do Brasil no Youtube.com/imersaolatina para todos poderem assistir e compartilhar!

 

Programação do Brasil:

BAILE BLUES
Cinthia Addams
Jeh Mendes
Luiza Alvarenga
Natalia Nogueira

BLUES POESÍA
Babi Tá?
Brenda Mar(que)s Pena
Débora Coimbra
Francine Rodrigues
Livia Tucci

WORKSHOP
Amanda Barbosa – Workshop de Batería
Lorena Amaral – Workshop Vocal e Homenaje a Rosetta Tharpe

BANDAS
Tributo a Rosetta Tharpe
Ablusadas

FSM 2021: Cine Medios Libres debate o documentário Defamation

Nesta sexta-feira 29/01, às 15 horas (horário do Brasil), teremos mais uma sessão do Cine Clube Medios Libres no Fórum Social mundial, com exibição de vídeos curtos do Colectivo de Escritura Migrante” e na sequência exibição e debate do filme: “Defamation”, um documentário produzido pelo Diretor: Yoav Shamir. Indicações: Prêmio do Cinema Europeu de Melhor Documentário.

Sinopse do filme:
Entrevistas feitas ao redor do mundo desmascaram o jogo de interesses por trás da chamada “indústria do antissemitismo”, que ajuda a justificar políticas anti-palestinas e a garantir riqueza e poder para alguns grupos.

Debatedor: Bruno Huberman

Mediação: Nelson Pombo Jr. e Brenda Marques Pena, do Instituto Imersão Latina.

Esta atividade é realizada em parceria com a Ciranda.net e BDS Brasil.

Acompanhe a transmissão pelo youtube.com/imersaolatina