Fórum Social Mundial 2013

ENTREVISTA

 Na entrevista a seguir, feira pelo jornalista Thiago Silva,  Nelson Pombo Junior fala sobre o histórico do Instituto Imersão Latina no Fórum Social Mundial, as atividades que serão desenvolvidas e expectativas para o evento.

1. Como será a participação do Instituto no evento?

A participação do IMEL se dará em parceria com diversas entidades brasileiras e de fora, como a Ciranda Internacional de Comunicação Compartilhada, Ritmo, Soy Louco por Ti, Amarc, Abraço e outras. Estamos participando da articulação do FMML Fórum Mundial de Mídia Livre, onde acontecerá o Cine Mídia Livre, da qual sou Curador. Também faremos coberturas compartilhadas das atividades e as disponibilizaremos no site do IMEL e na Ciranda.net.

2. Quais projetos do IMEL serão apresentados?

Haverá uma atividade autogestionada chamada “Patrimônio cultural, memória social e políticas públicas: pela preservação e registro das culturas e suas identidades”, em que propomos uma reflexão sobre o atual papel das políticas públicas para preservação, fomento e difusão da memória social e do patrimônio cultural. A discussão parte da experiência do Programa Ponto de Memória, realizado no Brasil pelo Instituto Brasileiro de Museus, e segue uma discussão que abrange a América Latina e outras partes do mundo.

3. Como essa atividade será trabalhada?

Ela terá duração de dois dias e conta com uma apresentação artística, exposição de fotografias e mesa de debate. A apresentação será o “Contos de lá nos Cantos de cá”, cuja pesquisa e concepção artística foram feitas pela Aline Cântia e Luiz Carlos (Chicó do Céu) a partir de um trabalho de imersão criativa pelo mundo da literatura, da música e da poesia de tradição oral encontrada em vários cantos do Brasil e do mundo.

A exposição fotográfica foi idealizada por fotógrafos do IMEL e é composta por 40 fotografias 30 X 40 cm retratando a memória visual de comunidades tradicionais brasileiras, bem como um recorte sobre a diversidade cultural das mulheres nas edições anteriores do FSM.

E na mesa de debate iremos abordar o processo de constituição identitária de comunidades que fazem acontecer a vida na cidade, e que, para além da cotidianidade de seus mundos diários, inventam formas de se expressar que transformam o espaço social em lugares de pertencimento. São rodas de histórias, rituais, cultos, danças, cantos, folguedos, folias, cirandas, trupes teatrais, intervenções urbanas, artesanato, que se reinventam no campo social e estético, ao mesmo tempo em que criam formas de sobrevivência, luta e resistência. No encerramento, também haverá exibição do vídeo-documentário “Experiências de Memória – narrativas populares do Brasil”.

4. E quais são expectativas e objetivos do IMEL para o Fórum?

São muito grandes, já que estamos trabalhando neste sentido desde o FSM 2011, que aconteceu em Dakar, Senegal, do FMML. Os objetivos são de fortalecer os laços do IMEL com entidades afins, de outras partes do mundo e representar o Brasil da melhor maneira possível.

5. O Instituto Imersão Latina foi selecionado pelo edital de passagens do Ministério da Cultura e, assim, pode participar do encontro. Como foi o processo e qual é a importância desse incentivo para o trabalho do Instituto?

Fazemos parte da articulação, e através da Ciranda, várias pessoas e grupos enviaram seus projetos para o FSM. Recebemos a Carta Convite do WSF FSM Tunes e enviamos o projeto para o MINC, através do edital de Intercâmbio, e fomos selecionados. Esse edital é de fundamental importância pois, sem ele, não teríamos como participar com recursos próprios.

6. O IMEL já participou de outras edições do Fórum Social Mundial. Em que ocasiões isso ocorreu e quais foram os retornos?

Acredito que estivemos presentes em quase todas as edições nacionais do FSM e algumas internacionais, como Venezuela, Dakar e agora na Tunísia. Os retornos são magníficos devido à troca de experiência com midialivristas de outras partes do mundo, ao conhecimento que obtemos de outras culturas e ai intercâmbio. Cada vez mais o IMEL solidifica sua base e atravessa o mundo, em busca de um outro mundo possível.

Confira a programação do Instituto Imersão Latina no Fórum Social Mundial Tunísia:

Dia 24/03 – FMML -Mesa de Abertura
Dia 24/03 – FMML – Mesa – diversidade
Dia 24/03 – FMML Expo Memorial
Dia 25/03 – FMML – RAC (Forum Radios Comunitárias) Hacklab e formações
Dia 25/03 – FMML – Cine Mídia Livre (exibição de vídeos) Tenda mídia livre
Dia 26/03 – FSM – Marcha de Abertura – cobertura e Hacklab
Dia 27/03 – FMML + FSM – Tarde – Roda de Mulheres FSM + Primavera Árabe
Dia 27/03 – FMML + FSM – Noite – Reunião Conselho Internacional
Dia 28/03 – FMML + FSM – Manhã – Seminário Redes Livres
Dia 28/03 -FMML + FSM – Tarde – Seminário produção do conhecimento no FSM
Dia 28/03 – FMML + FSM – Noite – Mídia e Revolução + Tunes expandida
Dia 29/03 -FMML + FSM – Manhã – Plataforma das mídias lívres
Dia 29/03 – FMML + FSM – Tarde – Assembléia do Direito à Comunicação
Dia 29/03 – FMML + FSM – Noite – Cine Midia Livre (Tenda Rosaluxemburgo)
Dia 30/03 – FMML + FSM – Marcha da Terra e encerramento
Dia 31/03 – FSM – Dia todo – Conselho Internacional
Dia 01/04 – FSM – Manhã – Conselho Internacional

COBERTURAS
24 E 25 – Só FMML
26 – Marcha e ambientação/clima do FSM
27 – FMML e Atividades mundo árabe
28 – FMML e Atividades autogestionadas
29 – FMML e Assembléias
30 – Marcha da Terra e Assembléia das Assembléias
31 – Conselho Internacional – balanços de Tunes e futuro do FSM